8 curiosidades sobre a Escócia

O que você sabe sobre a Escócia? O país que faz parte do Reino Unido – junto com Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales – é simplesmente incrível!

Tem natureza e milhares de cenários que deixam qualquer um – qualquer um mesmo – de queixo caído? Sim, tem e tem de sobra. Costumes e tradições que são diferentes de tudo o que a gente vive por aqui? Os famosos kilts são um bom exemplo disso! Sabe, aquela vestimenta masculina xadrez que lembra uma saia (NÃO, jamais chame de saia perto de um escocês, JAMAIS!)? Então …..

Há coisas que tiveram origem por lá e hoje são consumidos por todo o mundo? Claro! O uísque teve o começo de sua história na Irlanda, mas se popularizou na Escócia e de onde vêm, até os dias de hoje, alguns dos produtos de mais alta qualidade.

E pensando em tudo isso e descobrindo cada vez mais coisas bacanas sobre a Escócia, decidimos fazer este post totalmente dedicado às curiosidades escocesas. E, olha, são surpreendentes, mesmo! Ficou curioso, né?

O bom é que dá pra matar essa curiosidade rapidinho 😉 . É só rolar a tela pra baixo!! Bora lá?

1. Kilt e a Gaita de Fole

Sim, são duas das marcas mais fortes e lembradas da Escócia, certo? Então, não poderíamos deixar de falar delas, ou melhor, de começar falando delas.

O kilt é uma vestimenta que teve sua origem na Irlanda e a palavra tem o significado de “prender uma roupa no corpo” nas línguas faladas na Escócia lá no século XIV. Ele foi criado para proteção contra umidade e frio e seu material essencial era a lã escovada. A peça como conhecemos hoje é uma adaptação que se tornou símbolo nacional. Mas, atenção, NUNCA chame um kilt de saia para um escocês, eles não gostam, MESMO!

Já a gaita de fole não tem uma origem muito bem definida, mas a teoria mais aceita pelos estudiosos é que os povos que viviam às margens do Mar Mediterrâneo tinham matéria-prima abundante para sua produção. Mas, o que é fato é que o instrumento já estava presente na sociedade durante a Idade Média e que nos dias de hoje é um símbolo marcante da cultura escocesa. Ela é formada por tubos, uma bolsa de couro e uma flauta. A verdade é que é um instrumento super complexo, mas que tem um som doce e lindo quando bem tocada. É bem romântica!!   

2. Castelos

São muitos, mesmo! Dezenas? Não, mais. Centenas? Mais, mais, mais. As especulações falam em mais de três mil. Isso, TRÊS MIL :O Eles têm datas de diferentes momentos da história e são simplesmente surpreendentes. As construções, os entornos, as histórias….. tudo! Uma verdadeira viagem no tempo 😉 . Dá para visitar vários deles e tem até alguns que estão a venda! Se o seu sonho for comprar um castelo na Escócia, bem….. podemos te contar que esta possibilidade existe!!!

3. Onde nasceu Harry Potter

Um dos bruxinhos, aliás, o bruxinho mais famoso do mundo pode ter nascido na Escócia! Você sabia disso? Não? Pois sim, a autora J.K. Rowling morava por lá – mais precisamente em Edimburgo (a capital do país) quando começou a escrever a série que daria origem a uma das coleções de livros mais vendidos – e amados – em todo o mundo. Por isso, várias inspirações vêm de lá e tem uma cafeteria (a “The Elephant House”) que é conhecida por ser um dos lugares favoritos de J.K. para escrever 😉. Curioso, né?

4. Lago Ness

Antes de falar do monstro, vamos falar sobre o lago em si? Ele é lindíssimo, profundo (chega a até 230 metros), enorme – são mais de 35 quilômetros de extensão – e com uma paisagem de entorno, formada por montanhas, castelos e uma vegetação viva que torna o cenário encantador. Bem, o monstro que vive nas profundezas do lago não tem comprovação científica. Aliás, elas chegam perto do zero. Mas, vai saber né? Há diversos relatos sobre a criatura – desde o século 6  – e todas elas remontam um que se assemelha a um dragão marinho, mas ele nunca foi capturado. Se você for até lá, fique com a câmera em mãos e posição e se ele aparecer não perca o clique: será sua passagem para o mundo da fama internacional 😉.

5. Haggis

É o prato mais tradicional e popular no país, mas não é muito fácil de encarar. É diferente de todos os nossos costumes por aqui. Vamos começar pela parte mais fácil, os temperos: especiarias, cebola e aveia! Tranquilo, né? Mas tudo isso para dar sabor a miúdos de carneiro, tipo coração, pulmões e rim, que ficam envoltos por uma pele fina (tipo a da linguiça) para o cozimento (antigamente eram cozidos diretamente no estômago do carneiro). Tradicionalmente este prato vem acompanhado de purê de batatas. Se você tiver coragem, experimente! Pois, faz parte da cultura loca. Se não, o famoso ‘fish and chips’ (peixe frito e batata frita) também é bem comum por lá!

6. Vacas estilosíssimas

Pensa numa vaca estilosa? Pensou? Não chegou nem perto do estilo que as “Highland Cattle” têm. Elas são de uma das espécies bovinas mais antigas das quais se tem conhecimento. Toda esse pelo que dá origem a esta belíssima “franja” tem origem por conta de um processo de seleção natural – por conta das condições extremas de ventos frios e chuvas fortes das regiões altas da Escócia, de onde elas são originárias. E o curioso é que no verão elas perdem a parte mais pesada da pelagem, que volta a nascer no inverno e chega a até 30 cm de altura. Curioso e genial, né?

7. Os ruivos

A Escócia é o país com a maior proporção de ruivos do mundo! Cerca de 13% da população do país tem os cabelos vermelhos e a pele clara – no planeta, estima-se que apenas 2% das pessoas têm essa aparência.

8. Unicórnio

Não, você não leu errado. É unicórnio mesmo 😊.  É o animal nacional, ou seja, o símbolo do país. E ele comprova o ar lendário e místico que paira pelo ar da Escócia. Mas, o real motivo desta escolha não é 100% esclarecido. Há duas versões mais famosas: a da representação de pureza, honra e poder que o animal simboliza na mitologia celta; e a da inimizade com o leão, animal símbolo da Inglaterra – sim, os dois países viveram diversos momentos de tensão. Qual você acha que se encaixa melhor?

Por falar em Inglaterra, foi também nas paisagens da Escócia que o Príncipe William conheceu a atual Duquesa de Cambidge, Kate Middleton. Eles cursaram a mesma universidade na charmosíssima e pitoresca cidadezinha de St. Andrews, que fica na costa leste escocesa.

E aí? O que você mais gostou de saber sobre a Escócia? Deu mais vontade de ir pra lá? Que bom, era essa mesma a nossa intenção 😉 . 

Posted in: